MORGENSTERN

Nós somos

image
Olá,

Bem-vindo ao futuro!

A Morgenstern é uma editora on-line que visa publicar e divulgar trabalhos de expressão artística e da área da escrita; além de fornecer uma fonte confiável e segura para pesquisas e estudos. Queremos dar mais oportuniades às pessoas, publicando e divulgando os seus trabalhos; de algum modo, contribuindo para o nosso mundo ser mais justo.

O projeto foi idealizado por duas alunas do Instituto Federal do Paraná (IFPR), Ana Carla Quallio e Nathália Jorge, do campus de Assis Chateaubriand; tendo como coordenador a professora mestre em Língua Portuguesa Celina Gomes.


A Editora não é apenas uma ideia, ela tornou-se um objetivo. Para nós, ajudar as pessoas é o objetivo.

9000

Visualizações

25

Seguidores

6

Parceiros

800

Likes

Objetivos

Segurança

Proporcionar uma plataforma segura para que todos possam fazer pesquisas e publicar seus trabalhos.

Expressão

Incentivar, principalmente, jovens e adolescentes a criarem uma prática de expressão através da Arte.

Design Moderno

Proporcionar um layout moderno e de fácil acesso às pessoas, facilitando a busca de textos e matérias.

Conhecimento

Fazer com que as pessoas passem mais tempo praticando atividades educativas, que lhes proporcionam um saber maior.

Estudo

Publicar matérias e textos informativos, proporcionando às pessoas um maior conhecimento sobre o lugar em que vivem.

Divulgação

Publicar trabalhos de diversas pessoas, divulgando-os e dando oportunidades às mesmas.

Trabalhos publicados

O começo de tudo

http://68.media.tumblr.com/9ebbc7d0c31f0289551e9293917d5ae7/tumblr_osl3uxKR2x1snegd3o1_1280.jpg

A ideia de montar um site é recente, mas a de abrir uma editora e ajudar as pessoas a publicarem seus trabalhos surgiu faz um certo tempo.

Por mais inusitado que pareça, tudo começou em uma aula de português. Estávamos eu e minha Parabatai, Ana Carla, discutindo sobre o tema escrever, tínhamos que fazer uma crônica de um tema livre. Decidimos então escrever sobre o preconceito — um tema que merece muita atenção de todos.
A ideia até fluiu, mas faltava um pouco mais de…drama. Ficamos uns cinco minutos olhando para o papel, e então começamos conversar sobre algo que tinha acontecido conosco e com alguns garotos a aproximadamente um mês; esse fato, com certeza, marcou nossas vidas, principalmente a vida de Ana.
Conversando e rindo de algumas partes da história (algumas partes eram realmente engraçadas), decidimos cancelar o texto “preconceito” e fazer outro falando o que aconteceu conosco (seria um texto longo e épico).
Mas espera…por que não fazer um livro? Esse texto poderia ter dois destinos: ficaria cortado, sem os acontecimentos bem relatados; ou ficaria muito longo, com a história totalmente detalhada, e viraria sim, um livro.
Ficamos com a segunda opção. Decidimos, primeiramente, fazer um livro dramático e triste. Mas e as partes legais? E as partes onde sonhamos com um mundo perfeito? Nós não poderíamos deixar isso para atrás!
Por fim, veio a ideia definitiva. Fizemos então um livro de ficção, com vampiros, fadas, caçadores de bruxas e muito mais. Vocês podem se perguntar: “Mas e o que aconteceu? Os garotos, vocês…tudo”; nós colocamos eles na história e nós duas também! Porém, mudamos os fatos radicalmente, mudamos praticamente tudo.
Logo depois surgiu a ideia da nossa editora. Queríamos um lugar para publicar o nosso livro, os nossos textos, um lugar para outras pessoas publicarem seus trabalhos. Foi assim que a Editora surgiu.
Repare o quanto o mundo é cruel, como nós seres humanos somos egoístas e só pensamos em nós mesmos, e se pudéssemos dar oportunidades a outras pessoas? E se pudéssemos contribuir para a mudança da nossa realidade tornando o mundo um pouco mais humilde? Essa é Editora Morgenstern. É isso que nós queremos.
Se um professor publicar aqui alguma explicação de sua matéria, imagine a quantidade de pessoas que irão ter acesso a este conteúdo, a quantidade de conhecimento trocado por causa de uma explicação. Nós estamos na era da tecnologia, olhe em volta, a maioria da população possui no mínimo uma rede social. Há pessoas que não tem condições para ir à escola, mas tem acesso à internet.

Foi pensando nisso que a editora deixou de ser apenas uma ideia, ela passou a ser um objetivo. Para nós, ajudar as pessoas é o objetivo.

                    
Sejam todos bem-vindos a Editora Morgenstern.

Créditos da imagem: www

Olimpíada de Robótica no IFPR


A Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) é uma das olimpíadas científicas brasileiras que se utiliza da temática da robótica. Destina-se para estudantes de escolas públicas ou privadas em todo o território nacional. Instituições espalhadas por todo o Brasil a realizam anualmente.

http://reitoria.ifpr.edu.br/wp-content/uploads/2014/06/Rob%C3%B4s-em-Assis-Chateaubriand-1.jpg

Robôs no IFPR — Campus Assis Chateaubriand

No Paraná, onze campi do Instituto Federal participam da competição, que tem como objetivo principal identificar jovens talentosos, além de promover debates e atualizações no processo de ensino-aprendizagem brasileiro, incentivando-os a usar sua criatividade a partir de kits de robótica.

http://reitoria.ifpr.edu.br/wp-content/uploads/2014/06/Durante-a-prova-em-Tel%C3%AAmaco-1.jpg

Realização da prova no IFPR Campus — Telêmaco Borba

A robótica tende a se tornar uma das dez maiores áreas de pesquisa nas próximas décadas, kits robóticos têm sido frequentemente utilizados de escolas de primeiro grau às universidades, com excelentes resultados em termos de mudança de paradigma para o aprendizado baseado na experimentação. Utiliza-se, também, como ferramenta de ensino de conteúdos transversais, tais como física, matemática e até mesmo o português.
Por não produzir robôs em território nacional, o Brasil não possui uma cultura que estimule uma maior utilização de tecnologias robóticas. Divulgar a robótica em todos os seus ramos é uma forma de estimular a formação de uma cultura associada ao tema tecnológico, ampliando o desenvolvimento de novas tecnologias, formando, então, um mercado consumidor consciente. Além disso, a OBR possui um objetivo comum estabelecido por edital com todas as outras Olimpíadas Científicas (como de Física, Astronomia, etc.):
“Atuar como instrumento para a melhoria do ensino fundamental e médio, bem como identificar jovens talentosos que possam ser estimulados para carreiras técnico-científicas”. — Edital OBR.
Para Ariel Schaeffer da Silva, da Direção de Empreendedorismo Inovador (DEMPI), a competição traz diversos benefícios para os estudantes. “A Olimpíada de Robótica promove a construção e a estruturação do raciocínio lógico do estudante, incentiva o espírito empreendedor, a criatividade, a autonomia na aprendizagem e o espírito de equipe”.
Além disso, o mesmo salienta: “Esta atividade promove a multidisciplinaridade pela interação dos conceitos de tecnologia, de física e de matemática, juntamente com conceitos de outras áreas do conhecimento”.
No IFPR — Campus Assis Chateaubriand, a Olimpíada foi realizada em maio de 2017, a equipe de José Roberto Alves de Melo, Matheus Cavalher Matheus Sutil e Lucas Alamini Verza foi a vencedora. Na imagem a seguir, os meninos se encontram seguindo, respectivamente, a ordem dos nomes citados acima.


Equipe vencedora da Olímpiada de Robótica no IFPR — Campus Assis Chateaubriand

Na visão do professor Wylliam Gongora, a realização das Olimpíadas em Assis Chateaubriand é muito importante. Wylliam argumenta, “O incentivo desta proposta agrega mais valor aos cursos ofertados pelo campus, além de formatar o nosso recurso humano para os desafios das atividades diárias em um ambiente técnico-profissional, contudo, contribuindo para o autodesenvolvimento dos alunos e a busca pela pesquisa e inovação. ”
A competição, desde então, vem reconhecendo vários jovens talentosos, trazendo-lhes várias oportunidades para realizarem seus sonhos, incentivando-os a criarem coisas novas, no intuito de que nada é impossível.
Nada é impossível. Se puder ser sonhado, então pode ser feito. — Theodore Roosevelt.
Créditos:

Por: Ana Carla Quallio e Nathália Jorge.

Referências:

Olimpíada Brasileira de Robótica, IFPR-Reitoria, Edital Robótica-IFPR.

FIciencias

Imagem relacionada

A Feira de Inovação das Ciências e Engenharias – FIciencias, é um espaço para estudantes apresentarem ideias criativas e inovadoras, para, assim, contribuir para a evolução do conhecimento no mundo das ciências.
Contando com diversas parcerias, como por exemplo, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do estado do Paraná; a Universidade Nacional de Misiones e a Secretaria de Educação do estado do Paraná, a FIciencias busca, também, ser um local de integração e troca de experiências, aproximando estudantes e professores de diferentes áreas científicas – tecnológicas.
Com o intuito de aproximar o ensino fundamental, médio, médio técnico e superior de três nações acadêmicas integradas à iniciação científica desde a base, a FIciencias tornou-se uma feira de aprendizagem e percepção do estudante como ser capaz de imaginar, criar, desenvolver e transformar a realidade por meio da pesquisa e da inovação científica.
Entre os principais objetivos da feira, deve-se salientar a constante estimulação da investigação, da experimentação e da inovação científica – tecnológica desde o ensino fundamental. Com isso, espera-se que o estudante crie uma prática de pesquisa e uma certa curiosidade acerca dos ramos científicos, tendo assim, a constante vontade de contribuir para a sociedade.
A feira contribui para a formação de caráter científico, não só dos estudantes e professores, como também de outros membros da instituição de ensino e da comunidade em geral, sendo possível para essas visitas a exposição de projetos e participação na programação paralela.

Quem pode participar

Como vários outros eventos científicos, a FIciencias possui um “público alvo”, que são os estudantes com projeto de pesquisa.
De acordo com o site oficial da FIciencias, podem participar do evento:

  • Estudantes dos Estados do Paraná e Santa Catarina, no Brasil, Missiones - Argentina e do Paraguai, que estejam, atualmente cursando o 8º ou 9º ano do Ensino Fundamental, o Ensino Médio ou Técnico, ou a Educação de Jovens e Adultos em níveis equivalentes. Grupos de outros territórios, ou países da América Latina, interessados em participar deverão contactar a organização por e-mail. Os integrantes podem ser da mesma escola ou de diferentes instituições, de escolas públicas ou particulares. Os estudantes podem participar individualmente ou em grupos de, no máximo, três alunos por projeto. Todos os trabalhos devem ter um orientador com mais de dezoito anos de idade, que poderá ser um professor de escola ou outra pessoa em fase de graduação ou já graduada que possa auxiliar na condução da pesquisa. Opcionalmente, o grupo poderá incluir um coorientador. Um estudante não pode estar inscrito em mais de um projeto;
  • Professores do ensino fundamental e médio que desejam conhecer o trabalho de iniciação científica do ensino fundamental e médio e participar das oficinas e palestras que ocorrem paralelas a FIciencias;
  • Professores do ensino superior - pesquisadores pós-graduados, com título de mestres, equivalente ou superior que desejam participar como avaliador dos trabalhos de pesquisa. Para isso, basta realizar a inscrição no site oficial da FIciencias;
  • Instituições de ensino e comunidade em geral – esses, poderão visitar o espaço de exposições e participar da programação paralela. Grupo de no mínimo 15 integrantes terão prioridade de acesso a Feira. Para participar, basta fazer a inscrição no site oficial da FIciencias;
  • Voluntários - pessoas maiores de 18 anos que desejam auxiliar na organização do evento, podem se candidatar pelo site oficial da FIciencias. Após a inscrição, a organização da Feira fará contato para instruções de funcionamento;
  • No local, haverá serviço de alimentação, e o deslocamento até o evento é de responsabilidade de cada um.

Inscrições


  • O grupo deverá criar um login e senha no FIciencias.org;
  • Definir um correio eletrônico para correspondência;
  • Preencher os dados dos estudantes, do orientador e do coorientador (se houver);
  • Publicar o plano de trabalho e a síntese;
  • O registro dessas informações no ambiente de inscrição pode ser gradual, exceto para os dados de identificação dos integrantes.

OBS: Leia o tutorial de inscrição antes de iniciá-la.

Regulamento

A seguir, encontram-se o link do PDF de cada regulamento:

Regulamento Geral 2017:

https://www.ficiencias.org/sites/default/files/documentos_site/Regulamento%20Geral%202017_0.pdf

Sugestão para organização do trabalho de pesquisa 2017:
https://www.ficiencias.org/sites/default/files/documentos_site/Sugest%C3%B5es%20para%20Organiza%C3%A7%C3%A3o%20do%20Trabalho%20de%20Pesquisa%202017.pdf

Orientação para a inscrição do grupo e projeto de pesquisa 2017:
https://www.ficiencias.org/sites/default/files/documentos_site/Orienta%C3%A7%C3%B5es%20para%20Inscri%C3%A7%C3%A3o%20do%20Grupo%20e%20Projeto%20de%20Pesquisa%202017.pdf

Edital de inscrição – Prêmio de Aclamação Popular 2017:
https://www.ficiencias.org/sites/default/files/documentos_site/Edital%20de%20inscri%C3%A7%C3%A3o%20-%20Pr%C3%AAmio%20de%20%20Aclama%C3%A7%C3%A3o%20Popular%202017%20.pdf

Edital de inscrição de trabalho 2017:
https://www.ficiencias.org/sites/default/files/documentos_site/Edital%20de%20Inscri%C3%A7%C3%A3o%20de%20trabalho%202017%20_0.pdf

Informações importantes


  • Início das inscrições: 01 de julho.
  • Último dia para inscrição e envio de resumos: 31 de agosto.
  • Publicação dos finalistas: 02 de outubro.
  • Realização da feira: 07 a 10 de novembro.
  • Local onde a feira será realizada: Foz do Iguaçu – Paraná/ Brasil.


Feiras Anteriores

https://pbs.twimg.com/media/Cw5PQePWEAAjuGG.jpg

13 de novembro de 2015.
 Estudantes desenvolvem protótipo para melhorar a qualidade de vida das pessoas surdas. 

https://www.ficiencias.org/sites/default/files/img-imprensa/ficiencias1.jpg

13 de Novembro de 2015
Estudantes do IFPR Campus de Paranaguá desenvolvem aplicativo para monitorar animais encalhados no litoral.

https://www.ficiencias.org/sites/default/files/img-imprensa/_MG_2554.jpg

13 de Novembro de 2015.
Reciclagem de isopor associada à fibra de bambu está entre os trabalhos apresentados na FIciencias.  

Créditos 

Por: Ana Carla Quallio e Nathália Jorge.

Referências:
FIciencias 2017.

Qualquer cópia deste conteúdo sem a devida autorização será considerado plágio.


Como formatar um computador?

Resultado de imagem para computador tumblr

As alunas do primeiro ano do curso de Informática integrado ao Ensino Médio (IIN2017) do Instituto Federal do Paraná (IFPR), no Campus de Assis Chateaubriand, realizaram um relatório de como formatar um computador utilizando um pen-drive bootável. As fontes usados para fazê-los estão referencias no PDF abaixo. O conteúdo não poderá ser reblogado sem a permissão das mesmas.

Frequência Cardíaca

Imagem relacionada 

É muito importante controlar a Frequência Cardíaca na prática de exercícios. O PDF abaixo contém explicações do que é e como controlar a F.C.

A chuva lá fora...

E todas as noites chuvosas
Só refletiam a escuridão,
A tempestade de relâmpagos
Era só um simples detalhe dela.

Quando estava triste,
A noite era chuvosa...
Rajadas de vento a cercavam,
A menina sorria o dia todo
Mas, no final, despedaçava.

O céu estava escuro
E tudo isso se tratava dos sentimentos dela,
Mas ninguém enxergava
A tristeza que pairava.

Lágrimas foram descendo,
Assim como a chuva lá fora
E uma tristeza profunda
Invadiu a menina...

Ela sente por muitos,
Ela sente por todos
E toda a tristeza do mundo
Está nela.

Olhe para ela,
Filha da lua,
Fruto da água.

É compaixão,
Pura força,
Profundidade,
Esperança e sonhos...

É o encanto da lua,
E a fura do mar...
É uma chuva calma
Com relâmpagos e furacões,
É toda a intensidade de guardar
O universo inteiro dentro de si.

Ela é poesia,
Mas ninguém consegue entender,
Uma poesia confusa
Sobre todo o sentimentalismo do mundo
Que está dentro dela.

É uma explosão de sentimentos,
O inalterável âmago,
A intensidade em si...
Uma galáxia confusa,
O seu sorriso encantador
Lembra as pérolas em um mar profundo,
Mas ele nunca diz a verdade
Mostrando-nos todo a dor dentro de si.

A menina é emotiva,
Sufoca-se de tanto sentimentos,
Mas ninguém consegue entender
O sentimentalismo dela.


Ana Carla Quallio

Publique seu trabalho!

Contato
MORGENSTERN
+55 (44) 9 8438-8067
+55 (44) 9 9887-8750
Paraná, Brasil